Especial OVNI 15 anos – Grand Theft Auto IV (2008)

A Ovni completa 15 anos na venda de jogos e consoles, muitos deles marcantes. E nós continuamos essa série de artigos com Grand Theft Auto IV, lançado em 2008.

Este é o nosso sexto artigo da série publicada em parceria com a Ovni Game Shop, que completa 15 anos no mercado de games e produtos geeks. Estamos em 2008, um ano com poucos anúncios e mudanças na indústria. Entre os momentos marcantes, tivemos o anúncio da Blizzard de que seria lançado Diablo III. Enquanto isso, no cinema, tivemos a chance de ver o Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas. Mas embora tenham tido poucas mudanças na indústria, 2008 nos trouxe alguns jogos memoráveis, a “nova geração” já estava completamente firmada no mercado e jogos como Little Big Planet, Super Smash Bros. Brawl, Fallout 3, Shin Megami Tensei: Persona 4 e Left 4 Dead foram lançados. Obviamente, deixamos o jogo mais popular para o final: 2008 foi o ano de lançamento de Grand Theft Auto IV.

Grand Theft Auto IV (2008)
Niko Bellic é o protagonista do título, que se passa em Liberty City. Cidade fictícia inspirada em Nova York.

Considerado pela mídia especializada na época de seu lançamento “o melhor jogo já lançado desde Ocarina of Time”, a série aclamada (e criticada) por glorificar a violência tomou deu uma volta inesperada. Ainda dava para explodir carros de polícia, matar civis inocentes, prostitutas e o jogo ainda permitia você ajudar traficantes de drogas e realizar muitas outras ações questionáveis. No entanto, em Grand Theft Auto IV, pela primeira vez, fazer tudo isso trazia um custo para a própria alma do personagem principal, Niko Bellic. GTA IV trouxe personagens e um mundo com um nível de profundidade anteriormente não visto nos jogos e elevou sua história de um mero shoot-em-up para um drama digno de Oscar. A Rockstar mostrou que não está para brincadeira quando decide “aumentar um número” em seu GTA.

Durante o jogo, você controla Niko Bellic, um europeu do leste que está tentando escapar de seu passado e dos horrores da guerra da Bósnia. Ele chega em Liberty City (uma cidade fictícia inspirada em Nova York) para experimentar o sonho americano. No entanto, ele descobre que seu primo, Roman,  espalhou algumas histórias de sucesso sobre você, ligeiramente exageradas. Partindo do nada, Niko começa a ganhar a vida como um assassino e executor, um estranho que parece não ter moral. E quanto mais tempo ficarmos com Niko, mais percebemos que há um ser humano quebrado, alguém que daria qualquer coisa para escapar da pessoa que ele já era.

Grand Theft Auto IV (2008)
Apesar do enredo mais denso, todo o caos e destruição das outras versões de GTA estão presentes no IV.

A famosa ação de GTA e o humor de estão intactos, mas houve um novo nível de sofisticação nos personagens e no mundo do jogo que traz a história acima do padrão. À medida que Niko fica atormentado pela agonia do crime organizado americano, ele começa a se tornar mais consciente de si mesmo. As lutas de Niko com sua natureza implacável nunca inibem a jogabilidade, mas aumentam a gravidade emocional de um enredo brilhante. Quanto mais absurda a ação se torna, maior a gente sente o receio de Niko Bellic.

Liberty City não é tão grande quanto San Andreas, mas é muito mais densa. Há muito para ver e fazer e, como a própria Nova York, muito pouco espaço desperdiçado. Quando você entra em edifícios, não há telas de loading – você simplesmente abre a porta e pode seguir o seu caminho pelas escadas até o telhado. A única frustração é que existem literalmente milhares de edifícios na cidade, mas a maioria deles não pode ser acessada. Com exceção de alguns locais de entretenimento claramente marcados e áreas específicas da missão, não há nada para indicar quais edifícios estão abertos aos jogadores. Terminava que apenas um processo muito longo de tentativa e erro fazia você descobrir qual porta iria magicamente se abrir. Tudo bem que era um pouco demais esperar que os interiores de cada edifício estivessem renderizados, mas isso não torna menos incômodo que você não pudesse ir onde você quisesse.

O Grand Theft Auto IV possuía todas as formas modernas de comunicação. Juntamente com as estações de rádio (que são clássicas na série), existem programas e anúncios completos que você pode assistir na TV e uma “Interweb” totalmente navegável.

Grand Theft Auto IV (2008)
O jogo possuía uma internet funcional que incluía até mesmo sites de relacionamento.

Você poderia perder horas do seu dia navegando na rede. E isso pode significar ver propagandas na sua caixa de spam, clicar em links aleatórios, usar o Love-Meet.com para encontrar namoradas ou mesmo ler as notícias. Existem vários sites que exibiam notícias baseadas nas missões que o Niko concluía. Você pode ler diferentes considerações sobre esses eventos se quiser ter uma idéia de como suas ações são percebidas em diferentes cantos. Talvez você nunca se preocupe em olhar, mas, como muito do GTA IV, há dezenas de horas de conteúdo esperando para ser descoberto ou ignorado.

Existem mais de 90 missões na história que levarão de 25 a 45 horas para completar, dependendo em grande parte do seu nível de habilidade. Você pode pensar que essas missões se tornariam repetitivas em algum momento, e que, mais cedo ou mais tarde, seria cansativo. Nunca foi. Embora muitas missões se resumam ao mesmo parâmetro básico – vá para o local, mate pessoas para chegar ao alvo, persiga o alvo, mate o alvo – isso nunca é repetitivo. As localizações das missões, a variedade dos inimigos, os aspectos dinâmicos da inteligência artificial e o diálogo mantêm o GTA IV sempre variado. Na verdade, este é um jogo que pode ser apreciado com múltiplos desafios. É bom neste nível. E por isso que Grand Theft Auto IV é o nosso jogo de 2008.


Transparência: Esse conteúdo é patrocinado pela Ovni Game Shop.


Assista abaixo um gameplay de Grand Theft Auto 4: